HIDROGRAMAS DE CHEIAS EM FUNÇAO DE ALTERAÇÕES NO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO DA BACIA HIDROGRÁFICA SETE VOLTAS NO MUNICIPIO DE TAUBATÉ, SP

  • Denise Lima Belisário Universidade de Taubaté
  • Marcelo Santos Targa Universidade de Taubaté
  • Ana Silva Almeida Universidade de Taubaté
  • Maria Dolores Alves Cocco Universidade de Taubaté

Resumo

O presente estudo objetivou construir hidrografas de cheias para a bacia Sete Voltas no município de Taubaté-SP, a partir do método de hidrograma unitário, em função de alterações nas áreas de preservação permanente (APP), de reflorestamento e de pastagem no ano de 2003 com projeção para 2030 a partir de Precipitações efetivas provenientes de precipitações máximas com tempo de retorno de 10, 50 e 100 anos. Os resultados demonstram a redução do escoamento superfical, o aumento da infiltração potencial e consequentemente redução do pico de vazão de cheias em função do aumento da área de Mata ou Capoeira de 2003 para 2030 e reduções nas áreas de Pasto, Reflorestamento e Agricultura.

Publicado
Dec 22, 2017
##submission.howToCite##
BELISÁRIO, Denise Lima et al. HIDROGRAMAS DE CHEIAS EM FUNÇAO DE ALTERAÇÕES NO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO DA BACIA HIDROGRÁFICA SETE VOLTAS NO MUNICIPIO DE TAUBATÉ, SP. Repositório de Ciências Ambientais, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 1-9, dec. 2017. Disponível em: <http://www.agro.unitau.br/repositorio/index.php/rca/article/view/2>. Acesso em: 17 july 2018.
Seção
Artigos