HIDROGRAMAS DE CHEIAS PARA A BACIA DO RIBEIRÃO DAS ANTAS COM BASE EM MODIFICAÇÕES NO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

  • Lucas Guimarães Silva
  • Denise Lima Belissario Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais, UNITAU
  • Lilian Paula Santos Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais, UNITAU
  • Marcelo Santos Targa Universidade de Taubaté
  • Maria Dolores Alves Cocco Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais, UNITAU
  • Ana Aparecida Almeida Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais, UNITAU

Resumo

RESUMO: O presente trabalho objetivou determinar hidrogramas de cheias para a bacia do Ribeirão das Antas no município de Taubaté, SP com base em modificações no uso e ocupação do solo. Com base no banco de dados ambientais da bacia do Rio Una foi possível obter os parâmetros iniciais que caracterizam a bacia e determinar os demais parâmetros: tempo de concentração (Tc), tempo de pico (Tp), tempo entre picos (tp) e vazão de pico (Qp) através da aplicação de equações do método do SCS. As condições de uso e ocupação do solo resultaram da precipitação efetiva (Pe) nos tempo de retorno de 10, 50 e 100 anos. Os resultados apontam que a vazão máxima estimada para o ano 2003 indicou os maiores valores em virtude do aumento do volume escoado na bacia. Conclui-se que a bacia do Ribeirão das Antas possui uma provável redução de áreas urbanizadas na projeção do ano 2029 em virtude do aumento da infiltração de água no solo.


 


Palavras-chave: bacia hidrográfica, ciências ambientais, escoamento superficial. hidrogramas.

Publicado
Dec 27, 2017
##submission.howToCite##
SILVA, Lucas Guimarães et al. HIDROGRAMAS DE CHEIAS PARA A BACIA DO RIBEIRÃO DAS ANTAS COM BASE EM MODIFICAÇÕES NO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO. Repositório de Ciências Ambientais, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 1-8, dec. 2017. Disponível em: <http://www.agro.unitau.br/repositorio/index.php/rca/article/view/7>. Acesso em: 16 nov. 2018.
Seção
Artigos