Visite o site da Universidade de Taubaté! 

 

Última atualização

02/07/2004

 

 

 

 

Departamento de Ciências Agrárias

PLANO DE BACIAS CBH-PS 2000-2003
(CPTI, 2001)


Estrutura Urbana e Uso e Ocupação do Solo

 

O mapa de Uso e Ocupação do Solo  referente a bacia do rio Una indica que esta unidade hídrica é formada por parcelas dos territórios administrativos dos municípios de Tremembé, Pindamonhangaba e Taubaté. Por outro lado, a soma das áreas dos três municípios juntos totalizam 1.540km², o que significa que a bacia do rio Una representa 29% dos totais das municipalidades. Quando o rio Una atravessa áreas de Tremembé e de Pindamonhangaba seu curso já está próximo de sua foz que se dá no rio Paraíba do Sul. O rio Una passa a ter essa denominação quando da união do rio da Rocinha com o rio das Almas, no bairro de Registro. Desse ponto em direção à montante vários tributários contribuem para a formação do Una, merecendo destaque o ribeirão do Macuco, que tem suas cabeceiras na Serra do Macuco, a uma atitude aproximada de 1.000 metros.
Quando encontra o núcleo rural da Lagoinha, o ribeirão do Macuco passa a denominar-se ribeirão da Pedra Grande até atingir o bairro Mato Dentro, quando esse corpo d’água tem sua designação alterada para rio das Almas numa altitude de 820 metros. Do vilarejo de Mato Dentro o rio das Almas segue seu curso até receber um de seus tributários, o rio da Rocinha, no bairro de Registro. Conforme já mencionado, neste ponto o rio Una tem sua nomeação definitivamente estabelecida até atingir sua foz, no rio Paraíba do Sul. Na confluência dos rios das Almas e da Rocinha o canal de drenagem do rio Una se torna mais largo sendo que o mesmo se repete para sua várzea, conforme indica a Foto 1. a seguir apresentada.

 


Foto 1. Confluência (ao fundo) entre o rio das Almas e o rio da Rocinha.
 

        Da junção dos dois rios que formam o Rio Una até sua foz, este corpo d’água percorre uma extensão de aproximadamente 35,64 km. Desse total, apenas os 8,64 Km finais de seu percurso correspondem à divisa administrativa de Pindamonhangaba com Tremembé. Do bairro de Registro em direção à montante dos diversos tributários do rio Una tem-se mais 32 km de extensão, atingindo-se assim a nascente do ribeirão Macuco. Dessa forma, é factível considerar que o rio Una detenha uma extensão próxima a 67,64 km. Se assim for considerado nota-se que 59 km do curso do Una encontram-se em território do município de Taubaté, o que corresponde a 87% de todo o trajeto do rio. O mapa de uso e ocupação do solo, elaborado a partir de Imagem do Satélite Landsat de 1999, complementado por reuniões com técnicos da prefeitura de Taubaté e associado a trabalhos de campo realizados em 2000, indica que aproximadamente 70% da área total, ou seja, 310 Km², estão predominantemente, ocupados por matas e áreas destinadas à alimentação de bovinos, isto é, por pastos, como mostra a foto a seguir.


Foto 2. Vista de vale e área de pastagem na bacia do Una.

Esses usos são freqüentes, principalmente no curso médio e superior do rio Una (considerando-se aqui o ribeirão do Macuco). Convém destacar a presença de algumas manchas esparsas de mata.
Nessa porção da sub-bacia existem alguns núcleos de características nitidamente rurais, destacando-se os Bairros de: São João do Macuco; Pedra Negra; Registro; Ribeirão das Almas; Sete Voltas; Mato Dentro; Lagoinha; Pouso Frio; São Roque e Tabuão. Ao sul do núcleo de São João do Macuco e próximo ao limite da sub-bacia, que no caso coincide com o limite administrativo de Taubaté com o município de São Luís do Paraitinga, o mapa de uso e ocupação do solo, apresentado adiante, aponta para a existência de área destinada à extração de calcário dolomítico de propriedade da MineraçãoCaieiras.
 


Foto 3. Mineração Caieiras.
 

        Também deve ser mencionada a pedreira da Constroen S/A localizada próxima ao núcleo da Pedra Negra. Na junção dos dois corpos d’água formadores do rio Una mostra-se o primeiro porto de areia
denominado WDC, em área contígua ao bairro do Registro.  Antes do rio Una alcançar as áreas cobertas por mata de propriedade da Votorantin surge o porto de areia Areuna. Portanto na bacia do Una, em território de Taubaté, verifica-se a presença de quatro empresas mineradoras. Mas é no curso inferior do rio Una que existe uma maior diversidade de usos. Imediatamente após a gleba de propriedade da Votorantin, e aproveitando as várzeas do rio Una, tem-se parcelas de área destinada ao cultivo de produtos da lavoura temporária. Após receber os agrotóxicos dessas plantações esse corpo d’água serve como fornecedor de água para o abastecimento doméstico. Parte da água tratada que abastece a área urbana de Taubaté é aduzida do rio Una pela Sabesp, a partir da captação de água localizada no bairro do Ipiranga. Na porção oeste da sub-bacia do rio Una, em direção à mancha urbana mais consolidada de Taubaté, nota-se a presença de alguns núcleos urbanos que na verdade podem ser considerados como extensão da área mais central do município. Essas manchas urbanas constituem agregação de vários bairros: Ipiranga, Morada dos Nobres, Comevap e loteamento Marlene Miranda, sendo que este se destina à população de menor poder aquisitivo, atestado pela Foto 4.


Foto 4. Loteamento Marlene Miranda.

Entre o Ribeirão Itaim e o Rio Una encontra-se o Centro de Instrução de Aviação do Exército – Cavex. Este centro ocupa uma superfície de 264 hectares com uma área construída de mais de 70.000m², que dentre outras instalações, inclui uma pista de pouso de aeronaves pavimentada e iluminada com 1.500 metros de extensão, conforme foto abaixo.


Foto 5. Vista aérea do Cavex.

Ainda em Taubaté e ocupando áreas de domínio do Una em seu curso inferior aparece a Faculdade de Ciências Agrárias desta municipalidade.


Foto 6. Aterro sanitário na bacia do Una.

Em direção a foz do rio Una encontra-se o aterro sanitário de médio porte que concentra todo o lixo gerado e coletado em Taubaté. A Foto 2.2.d.2.6 ilustra o padrão do aterro em pauta. Apesar da existência dos núcleos urbanos citados anteriormente, que na verdade se constituem em áreas de expansão urbana de Taubaté, a mancha urbana mais consolidada deste território está localizada próxima da foz do rio Una onde sua várzea é mais ampla. É também nesta área que a sub-bacia é cortada pela rodovia presidente Dutra e pela estrada de ferro, hoje sob concessão da MRS Logística, fatores que garantem uma melhor acessibilidade à essa porção do Una. Assim, embora inserida parcialmente nesta porção da sub-bacia, deve ser ressaltado um importante núcleo urbano de Pindamonhangaba que conta com aproximadamente 15.000 habitantes aí assentados, além do loteamento parcialmente implantado, que pertence ao município de Tremembé, e que hoje já abriga aproximadamente 200 habitantes. Também nessa área que dispõe de melhores condições de infra-estrutura estão presentes os dois distritos industriais da sub-bacia - Distrito Industrial Una I e Una II- que, separados pela rodovia Presidente Dutra, são os principais responsáveis pelas atividades econômicas que se desenvolvem nesta sub-bacia. Algumas delas encontram-se listadas a seguir:
 

Quadro 1. Algumas indústrias existentes no Distrito Industrial Una I.

Indústria

Localização na sub-bacia

Setor de atividade

Citab

várzea (ao norte da Dutra)

Não Especificado
Famac Fábrica de Móveis
IFF Produtos Químicos
Rieter Têxtil
Pelzer Alimentício
Sermo Produtos de Metal
Vibracoustic Fab. Peças p/ Veículos
Audioeletrônica Equip. Eletrônicos

CPTI- 2001


Foto 7. Indústria Pelzer, no Distrito Industrial Una I.

 

Quadro 2. Algumas indústrias em implantação no Distrito Industrial Una I.

Indústria

Localização na sub-bacia

Setor de atividade

Caldsteel

Várzea (ao norte da Dutra)

Não Especificado
Cooper Cameron Extração de Petróleo
Plastic Omnium Prod. Borracha e Plástico
ZL Não Especificado

Quadro 2.1 Algumas indústrias em implantação no Distrito Industrial Una I.

Indústria Condição Localização na sub-bacia Setor de atividade
Plastic Omnium Em implantação

Várzea (ao sul da Dutra) 

Prod. Borracha e Plástico
ZL Existente Pavimentação

 


Foto 8. Vista do Distrito Industrial Una II

     Voltar               

 

 

 


LINKS 

 INTERESSANTES: